terça-feira, outubro 04, 2005

Porto de lembranças

Neste porto de lembranças
Já poucos barcos restam
Vão partindo sem pedir
E vão ter contigo aos poucos

Não sei ao certo
Quantos deles me deixaram
Mas restam poucos
Onde possa navegar!

E se um dia venho ao cais
E não encontro nenhum?
Como vou navegar?
Como vou ter contigo?

Sem comentários: