sábado, abril 15, 2006

Onde estás tu??


Habituei-me a viver contigo
Sempre estiveste comigo.
Tantas vezes que te chamei
E quantas outras em que apareceste
Sem pré aviso nem convite
Mas ficaste aqui... sempre!

Eu e tu somos um só há tanto tempo...
Recuso-me a imaginar a minha vida sem ti;
Não posso, não quero!

Quantos anos em que partilhamos
Sentimentos, tristezas, alegrias, emoções...
Limpaste a minha alma nos momentos mais difíceis
E me encheste o coração de alegrias
E de muitas outras sensações!

A tua presença sempre foi para mim
Inquestionável...
E agora, olho á volta e não te vejo...
Chamo por ti, e não respondes...
Fazes-me tanta falta..
Já não sei viver sem ti!

Porque me abandonaste???
Logo agora, que preciso de ti mais do que nunca...
Mais do que alguma vez precisei???
Será que já te esgotei por completo???
Será que já não tens mais reservas para mim???
Será que já não sou digna de ti???

Onde estás tu, minha querida LÁGRIMA???
Regressa...

8 comentários:

Ana Afonso disse...

Ola Lilia
Boa pergunta onde esta a lagrima ou as lagrimas quando precisamos delas???
sabes onde???
na rua
no parque
nos amigos
no hospital
nos olhos de um menino triste
la estao muitas
as tuas ja foram choradas todas???
sera ???
queres as minhas???
sao todas tuas se te fazem falta leva-as contigo!!!!
beijos grandes
ana afonso

jmideias disse...

Peço que me desculpes se o meu comentário foi "brusco".
Mas é o que penso.

Beijinhos

footprints disse...

Por vezes... este blog... dói.

Aceita um abraço forte dum desconhecido.

Brida disse...

ana: obrigado, mas preferia as minhas... já me conhecem...

ideias: aceito todos os teus comentários, afinal se não disseres o que pensas, não vale a pena! posso é não concordar contigo! viver um dia de cada vez é difícil, o que é fácil é sobreviver um dia após o outro!
Não me importaria de voltar para trás desde que isso me fizesse encontrar o caminho certo!

footprints: dói?? a mim sem dúvida, mas nunca pensei ter esse efeito sobre os outros! :( não é prpositado!
E este desconhecido já passa por cá há muito tempo?? nunca tinha deixado pegadas!!!

footprints disse...

Por vezes o vento forte apaga as pegadas e torna-as invisíveis...
Mas sim, vou trazer tinta mais vezes para as deixar marcadas :)

particula disse...

Que te faço eu?! anda cá! abraçadas as minhas lagrimas podem escorrer na tua face!
tu és linda e forte!
Amo-te!

Brida disse...

oh querida particula... como eu também te amo!
As lágrimas que não são as nossas (ainda que sejam as tuas) não nos limpam a alma!
Só tu que me conheces tão bem podes imaginar a gravidade da seca que se abateu sobre a minha fonte!
beijos loukos!

particula disse...

minha brida...
sei da seca que se te abateu! mas também sei que irá acabar! pode demorar ainda, e para isso temos que nos preparar, mas um dia vais acordar e vai doer um bocadinho menos... até lá: de costas ou de barriga...
abraços daqueles que fazem partir camas! :)