domingo, novembro 06, 2011

Felicidade

Durante algum tempo da minha vida, convenci-me que a FELICIDADE não existia!
Neste mesmo local (que cada vez frequento mais irregularmente) dissertei várias vezes acerca disso.
De todas as minhas passagens por este recanto.. poucas foram as vezes em que mostrei alegria.
Ainda que  a FELICIDADE não constasse do meu dicionário de coisas reais, certamente que existiram momentos de (quase) FELICIDADE, e que também mereceriam o seu espaço aqui.


Mas, na verdade, sempre me foi mais fácil escrever sobre experiências menos boas...
Sempre me foi mais facilitador rabiscar sobre as coisas tristes da vida...
Sempre me foi mais terapêutico colocar no papel (ou em página virtual) as situações que me fizeram sofrer...

Não sei se por receio de ver gravada essa alegria...
Não sei se por medo de que essa alegria mudasse por estar a vê-la espelhada...
Não sei!

Continuo sem saber.
Sei apenas que...
Quero mudar esse facto...
Quero escrever nais alegrias do que tristezas...
Quero escrever mais coisas boas do que más...
Quero registar para todo o sempre a minha FELICIDADE!!!

Sim, A FELICIDADE AFINAL EXISTE!
Instalou-se na minha casa, e... acredito que não pensa abandonar-me!!!
:)

4 comentários:

Bruno Soares disse...

Lindo, gostei muito..

particula disse...

quero que partilhes essa felicidade comigo! quando caramba! ;)

Brida disse...

particula querida... este ano nem os aniversarios nos valeram...

E se fizermos um daqueles jantares de natal depois do tempo???

Eu gostava...

Francisco Netto disse...

Oi Brida, vim conhecer e felicitar por este brilhante trabalho... A melhor poesia é a vida na prática!

Aproveito e deixo convite para visitar e opinar no meu blog.

http://wwwteologiavivaeeficaz.blogspot.com/

Profº Francisco Netto